Jogo da Baleia Azul ou Jogo do Porco Beje?

As últimas  notícias dão conta de umas pessoas que, através de mensagens na Internet, convencem os adolescentes a fazerem as maiores idiotices durante 50 dias, até acabarem por se suicidar.  
O alegado criador do jogo chama-se Filipp Budeykin e é um jovem russo aparentemente meio doido e estúpido. 
Por aqui se vê que isto na Russia está mesmo mal- então o rapaz tem uma ideia tão vencedora e depois concretiza-a de forma tão pobrezinha, com cenas de auto mutilação e filmes de terror e suicídios? Que jeito tem isso? 
Realmente as pessoas não conseguem ver uma boa ideia nem quando são elas a tê-la, caramba! 
O conceito é um verdadeiro portento com um potencial extraordinário, fiquem sabendo. 
Pois se um russo qualquer, que eles não conhecem de parte nenhuma, desata a enviar desafios aos nossos adolescentes via redes sociais e eles vão a correr cumprir, então imaginem onde nós, os pais que eles adoram e respeitam, podemos chegar com isto.
Temos de fazer já a versão Portuguesa do jogo. 
Para começar, as nossas versões são sempre muito melhores. Temos os melhores descobrimentos, os melhores estádios, os melhores pasteis de nata ... com umas pequenas alterações será fácil termos também o melhor Jogo.
Para evitarmos acusações (falsas) de plágio, vamos começar por lhe mudar o nome para Jogo do Porco Beje. A Baleia Azul não tem graça nenhuma. Até é fofinha, mas é enorme, come imenso e arrasta-se por ali sem fazer nada de especial na vida. É, já vimos isto em qualquer lado, não já? O Porco também é porco, mas dá um exemplo melhor. Quer dizer, também anda por ali sem fazer nenhum, mas é muito fácil de treinar (capacidade que pelos vistos não é comum aos seres humanos de certas idades), é autónomo (suponho que não passe a vida a pedinchar dinheiro e boleias) e come pouco (isso é que era!). A cor também é importante porque há sempre aquelas embirrações do que não gosta de azul e do que prefere roxo, assim usa-se um tom neutro que fica sempre bem e toda a gente fica feliz.  
A estrutura base será semelhante: envio de desafios via redes sociais, só que em vez destes, os nossos serão úteis e construtivos e giros (hum... giros talvez não).

Critérios:
Para começar serão menos. 50 desafios é imenso. Os coitados dos miúdos, se até para fazerem as provas de aferição do 4º ano têm crises de ansiedade, então depois de 50 desafios nem é preciso mandá-los matarem-se, eles já foram sozinhos.
Portanto, faremos a coisa com uns 10 ou 15 desafios. Até é mais simples para nós nos lembrarmos, que a pessoa já não vai para nova e às vezes esquece-se das coisas.
Depois, os desafios não podem exigir resposta verbal. Os adolescentes demonstram grande dificuldade com a verbalização no geral, mas com os progenitores em concreto, limitando as interacções a grunhidos (reparo agora que até nesta matéria o porco faz sentido). 
Por fim, também não podem exigir que eles se movimentem sem arrastar os pés. Tal como o porco não consegue olhar para o céu, a anatomia do adolescente não lhe permite movimentar-se sem arrastar os pés.

Os Desafios:
1 - Toma um duche. Envia foto ao curador. Repete por 30 dias consecutivos.
2 - Arruma a toalha de banho. Repete todos os dias por 30 dias consecutivos.
3 - Faz a tua cama. Repete todas as manhãs por 30 dias consecutivos.
4 - Arruma o teu quarto. Repete todas as manhãs por 30 dias consecutivos.
5 - Tira o lixo que está dentro da tua mochila. Envia foto ao curador. Repete no mínimo 3 vezes ao longo de 30 dias
6 - Quando saíres do teu quarto leva as taças de cereais que estiverem sobre a tua secretária. Ouviste?Repete por 30 dias consecutivos.
7 - Mete o equipamento da ginástica para lavar. Repete todas as 3ªas e 5ªs.
8- Põe a mesa sem reclamar. Repete 15 vezes em 30 dias.
9 - Levanta a mesa. Sem reclamar (e deixa o chão varrido, os restos no frigorífico e a máquina ligada). Repete 15 vezes em 30 dias.
10 - Vai estudar. Repete em 22 dos 30 dias.
11- Limpa a pasta de dentes do lavatório. Repete por 30 dias consecutivos.
12 -Tira aquela porcaria que está e entupir o ralo da banheira. REPETE TODOS OS DIAS. TODOS.

Estão a ver como é simples? 
Claro que dá para adaptar, podemos incluir desafios que envolvem transportar os irmãos, aspirar a casa ou massajar-nos os pés. Isso agora é com cada um.

O Desafio final.
Cumpridos todos os desafios com sucesso, chegamos ao objectivo do jogo, o Desafio Final. Este será sempre o mesmo e consiste no envio de uma mensagem ao adolescente no último dia do mês com o texto:

DESAFIO FINAL - Vem receber a tua mesada. Repete uma vez em cada 30 dias.

E pronto, agora é só começar. 

Eles vão adorar não vão?



Comentários

Enviar um comentário

Se também acha que, diga aqui: